Cadastre-se grátis!
Receba informativos diários do MN1 no seu E-mail!

X

  • Google+
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Skype
  • Whatsapp
Restaurante Donna Júlia
Paulinelly Construções
Eudes Fonseca
Comercial Rocha

Notícias
MN1

MN1 Notícias - Alertas, Celebridades, Ciência, Cinema, Curiosidades, Dicas, Entretenimento, Espaço, Esportes, Games, Internet, Moda, Pesquisas, Polêmicas, Religião, Saúde, Segurança na WEB, Tecnologia, Vídeos da WEB e Muito Mais!

Notícias
+ Lidas

09/10/2017 às 15h39

Mulher é morta pelo ex-marido dentro de viatura da PM

Do: JC Online

Visto por 188 pessoa(s).

Misael Lima Postado Por:
Misael Lima
www.facebook.com/MisaeLLimaMN1

Laís Andrade Fonseca trabalhava como atendente e descobriu que o ex estava a vigiando com uma câmera escondida Foto: reprodução/Facebook

Laís Andrade Fonseca trabalhava como atendente e descobriu que o ex estava a vigiando com uma câmera escondida Foto: reprodução/Facebook

Vítima havia denunciado homem por ter colocado câmera para vigiá-la em casa.

Uma mulher foi morta dentro de um carro da Polícia Militar pelo ex-marido na cidade de Teófilo Otoni, em Minas Gerais. De acordo com informações do jornal Estadão, Laís Andrade Fonseca, de 30 anos, havia acionado a polícia depois de encontrar uma câmera escondida dentro de casa que estava transmitindo, em tempo real, imagens dela e do filho de 8 anos. O crime aconteceu na tarde de sábado (7). 

Ainda segundo o jornal, a câmera ficava no banheiro e transmitia através de um computador localizado na laje da casa. Ele confessou ter instalado o equipamento por ciúmes da ex-companheira. Ao ser detido, foi colocado pelos policiais no banco traseiro da viatura, sem algemas, ao lado de Laís. 

Crime

Ao serem levados para a delegacia, o homem aproveitou para puxar uma faca e matar a ex-mulher com um golpe no pescoço. Segundo o jornal, ele ainda desferiu dois golpes contra o próprio corpo e saltou da viatura em movimento para tentar fugir, mas foi preso. Laís, foi levada a um posto do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), mas já chegou sem vida ao local. A Polícia Civil está investigando o caso e usa a versão dos policiais militares para a elaboração da ocorrência. 

Os PMs afirmam que chegaram a revistar o homem ao detê-lo e que ele não estaria armado. Disseram também que o acusado não apresentava comportamento agressivo e, por causa disso, foi colocado sem algemas ao lado da ex-mulher. Eles não souberam explicar como o homem conseguiu a faca. O batalhão da PM de Teófilo Otoni ainda não se manifestou oficialmente sobre o ocorrido.

voltar

  • Google+
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Skype
  • Whatsapp
Ir para o topo