Cadastre-se grátis!
Receba informativos diários do MN1 no seu E-mail!

X

  • Google+
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Skype
  • Whatsapp
Paulinelly Construções
Comercial Rocha

Notícias
MN1

MN1 Notícias - Alertas, Celebridades, Ciência, Cinema, Curiosidades, Dicas, Entretenimento, Espaço, Esportes, Games, Internet, Moda, Pesquisas, Polêmicas, Religião, Saúde, Segurança na WEB, Tecnologia, Vídeos da WEB e Muito Mais!

Notícias
+ Lidas

08/02/2018 às 11h26

Asteroide passará pela Terra a uma distância menor que a da Lua

Do: G1

Visto por 98 pessoa(s).

Misael Lima Postado Por:
Misael Lima
www.facebook.com/MisaeLLima01

Animação mostra trajeto do 2018 passando perto da Terra, com a Lua à esquerda (Foto: NASA / JPL-Caltech)

Animação mostra trajeto do 2018 passando perto da Terra, com a Lua à esquerda (Foto: NASA / JPL-Caltech)

Trajeto do 2018 CB passa a 64 mil quilômetros em seu ponto mais próximo. Nasa diz que ele 'passará com segurança' perto do nosso planeta.


O asteroide 2018 CB passará a uma distância equivalente a um quinto do caminho da Lua até a Terra nesta sexta-feira (9), às 20h30, de acordo com a agência espacial dos Estados Unidos (Nasa).

O 2018 CB tem entre 15 e 40 metros e será estudado pela Nasa. Segundo os astrônomos, esse asteroide chegará a 64 mil quilômetros do nosso planeta. Mesmo assim, a Nasa diz que ele "passará com segurança" perto da Terra.

"Embora o 2018 CB seja muito pequeno, ele pode ser maior que o meteoro de Cheliabinsk, que invadiu a atmosfera da Rússia há exatos cinco anos", disse Paul Chodas, diretor do NEOO, na Califórnia. "Os asteroides deste tamanho não chegam tão perto do nosso planeta com frequência – talvez apenas uma ou duas vezes por ano", completou.

O meteoro de Cheliabinsk entrou na atmosfera da Rússia no dia 15 de fevereiro de 2013. Alguns moradores da cidade chegaram a pensar que uma guerra nuclear estava começando.

Peça com 570 kg retirada de lago na Rússia após queda do meteoro de Cheliabinsk em 2013 (Foto: Andrey Tkachenko/Reuters)
Peça com 570 kg retirada de lago na Rússia após queda do meteoro de Cheliabinsk em 2013 (Foto: Andrey Tkachenko/Reuters)

voltar

  • Google+
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Skype
  • Whatsapp
Ir para o topo