Cadastre-se grátis!
Receba informativos diários do MN1 no seu E-mail!

X

  • Google+
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Skype
  • Whatsapp
Restaurante Donna Júlia
Paulinelly Construções
Eudes Fonseca
Comercial Rocha

Notícias
MN1

MN1 Notícias - Alertas, Celebridades, Ciência, Cinema, Curiosidades, Dicas, Entretenimento, Espaço, Esportes, Games, Internet, Moda, Pesquisas, Polêmicas, Religião, Saúde, Segurança na WEB, Tecnologia, Vídeos da WEB e Muito Mais!

Notícias
+ Lidas

12/04/2017 às 14h53

Sete pernambucanos são citados na lista de Fachin

Do: Diario de Pernambuco

Visto por 220 pessoa(s).

Misael Lima Postado Por:
Misael Lima
www.facebook.com/MisaeLLimaMN1

Sete pernambucanos são citados na lista de Fachin

Sete pernambucanos são citados na lista de Fachin

Ao todo, a Procuradoria Geral da República (PGR) encaminhou ao STF os 83 inquéritos com base nas delações dos 78 executivos e ex-executivos da Odebrecht.

Sete pernambucanos estão presentes na lista do ministro Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. Os nomes dos investigados foram divulgados com exclusividade pelo jornal O Estado de S. Paulo, na tarde desta terça-feira. 

Os Pernambucanos são:
Bruno Araújo - PSDB
Fernando Bezerra Coelho - PSB
Humberto Costa - PT
Roberto Freire - PPS
Jarbas Vasconcelos - PMDB
Betinho Gomes - PSDB
Vado da Farmácia - PTB

Divulgada nova lista de Fachin com 108 investigados na Lava-Jato

Ao todo, a Procuradoria Geral da República (PGR) encaminhou ao STF os 83 inquéritos com base nas delações dos 78 executivos e ex-executivos da Odebrecht. 

Com 5 denúncias em investigação, Aécio Neves (PSDB) e Romero Jucá lideram a lista dos políticos com maior número de inquéritos abertos. Renan Calheiros também se aproxima da liderança, com 4.

Com as informações divulgadas por Fachin, o Governo Temer sofreu fortes abalos, visto que quase 10 ministros estão sendo investigados: Eliseu Padilha (PMDB), da Casa Civil, , Moreira Franco (PMDB), da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Kassab (PSD), da Ciência e Tecnologia, Helder Barbalho (PMDB), da Integração Nacional, Aloysio Nunes (PSDB), das Relações Exteriores, Blairo Maggi (PP), da Agricultura, Bruno Araújo (PSDB), das Cidades, Roberto Freire (PPS), da Cultura, e Marcos Pereira (PRB), da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

O depoimento e relatos de Marcelo Odebrecht serão levados em conta e serão usados em 7 inquéritos levados ao STF. De acordo com os delatores, os crimes que mais se repetem são os de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e formação de cartel e fraude a licitações.

Michel Temer também é citado como um dos nomes para entrar em dois dos inquéritos, entretanto, sua imunidade temporária de presidente da república não o inclui na a lista dos investigados. Crimes que não envolvem o mandato dele não podem encaixá-lo na investigação.

voltar

  • Google+
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
  • Linkedin
  • Skype
  • Whatsapp
Ir para o topo